5 mitos e verdades sobre a cerveja

0
222

Em homenagem ao Dia Internacional da Ceva, que é comemorado na primeira sexta-feira de agosto, o pessoal da Eisenbahn nos enviou esse material que achamos legal compartilhar! Alguns mitos x verdades sobre esse ouro líquido que tanto amamos! <3

Mitos e Verdades

1. A cerveja deve ser colocada deitada na geladeira para gelar mais rápido – a melhor posição para armazenar e gelar cervejas é de pé, para que a superfície de contato do líquido com o ar seja menor. “A cerveja deve ser resfriada gradualmente; colocá-la no congelador, só se for momentos antes de servi-la” explica o beer sommelier da Eisenbahn, Samuel Hoshino.

2. Cerveja tem que ser servida muito gelada – quando servida em baixíssima temperatura, a cerveja acaba anestesiando as papilas gustativas da língua, que fazem com que você perca a sensibilidade para degustar a bebida. O calor pede cervejas geladas, mas sem exageros.

3. O colarinho não serve para nada – a espuma protege a bebida da oxidação, ou seja, impede que ela entre em contato direto com o oxigênio, além de reduzir a perda de gás e ajudar a manter a temperatura. Dois dedos de espessura é o ideal.

4. Cerveja de garrafa é mais gostosa que a de lata (ou vice-versa) – o produto é o mesmo, não importa o recipiente, porém, o aroma e sabor podem ser influenciados pelo modo de conservar e resfriar a bebida. Os excessos são prejudiciais para a degustação da loura; o ideal é manter a temperatura constante, seja ela fria ou sem refrigeração. Quando ocorre a mudança brusca de temperatura, o sabor da cerveja é prejudicado.

5. Não existe copo específico para tomar cerveja – para que os diferentes sabores e aromas sejam ressaltados, cada estilo de cerveja pede um tipo de copo adequado. A pilsen pode ser apreciada em uma tulipa ou caneca, a lambic pede taças do tipo flauta e já a weissbier, copos maiores. Se não tiver o copo ideal, utilize taças de vinho branco.

Facebook Comments

Compartilhe: