Dia Internacional da Mulher: 8 mulheres que nos inspiram na gastronomia

0
310
Chef Glau Zoldan - Crédito foto: Fabricio Sousa
Chef Glau Zoldan - Crédito foto: Fabricio Sousa

Neste 8 de março selecionamos algumas mulheres que são ícones no setor que amamos: gastronomia!

Dia 8 de março é Dia Internacional da Mulher e um dia de luta e celebração de conquista de direitos – ainda que haja muito a ser feito. Para lembrar as mulheres incríveis na gastronomia e que influenciam muitas outras pessoas, fizemos uma lista de algumas que nos inspiram nos mais diversos nichos, para recordar as delícias que é ser mulher e nos fortalecer todos os dias!

Cris Skrings & Isadora de Conto

Elas apareceram há pouco na cena de restaurantes porto alegrenses mas nosso coração, estômago e mente já estão totalmente entregues. A dupla resolveu ousar abrindo a Naked Experience, um restaurante de alta gastronomia focada em culinária saudável e orgânica em um dos maiores shopping centers da região sul do Brasil. Antes já tinham operado com casa cheia durante uma temporada de verão na Praia do Rosa, em Santa Catarina e executaram um projeto itinerante com cursos, eventos e jantares exclusivos. No negócio, que pode parecer arriscado, alcançaram sucesso com sua proposta “justa, limpa e orgânica”, e nos mostra que quando se têm um propósito verdadeiro e tão bonito, a receita só pode dar certo.

Cris Skring e Isadora de Conto - Crédito Foto: Divulgação
Cris Skring e Isadora de Conto – Crédito Foto: Divulgação

Glau Zoldan

Ela manja da arte de mudar de carreira e seguir seu sonho, mostrando que somos infinitas! Dá para imaginar uma engenheira que morava em São Paulo virar uma das maiores chefs de enogastronomia da região Sul do país num restaurante de alto padrão numa praia paradisíaca? Pois vá ao Vivamo, na Gamboa, e confira com seus próprios olhos a chef Glau em ação. Apaixonada por alta gastronomia e por conhecer os melhores restaurantes do mundo, ela ouviu seu coração e resolveu se dedicar à arte, estudando, por exemplo, na Le Cordon Bleu. Há dois anos seu Vivamo une vinho e cozinha autoral de inspiração francesa na Praia da Gamboa, cenário deslumbrante para pratos à altura.

Chef Glau Zoldan - Crédito foto: Fabricio Sousa
Chef Glau Zoldan – Crédito foto: Fabricio Sousa

Karine Camejo

Administradora por formação eeee vocação, daquele tipo que já vendia coisas no colégio quando era criança, Karine usou sua expertise para presentear Porto Alegre com o café take-a-way mais queridinho da cidade: o Valkíria Café! Ressignificou o “café para levar” indo muito além de uma bebida simples num copo de plástico. Implantou referências gringas aqui e montou um conceito próprio, mostrando que não é porque está pré-pronto que não tem nenhum carinho ou cuidado na produção, montando um produto de qualidade na empresa que tem 3 unidades em POA –  e uma num cofre!

Karine Camejo - Crédito Foto: Divulgação
Karine Camejo – Crédito Foto: Divulgação

Palmirinha

Além de explodir o fofurômetro, Palmirinha também tem uma grande história de superação e lição de empreendedorismo. Uma das maiores culinaristas da TV brasileira Palmira começou na TV quando fazia quitutes para sustentar as três filhas. Aliás, ela não fez nenhum curso, é autodidata na cozinha! Teve uma vida difícil, tendo aos 7 anos já saído de casa para ser dama de companhia de uma senhora francesa, tendo depois passado também por um casamento violento, do qual se livrou e conseguiu independência por causa das suas iguarias. Sua história de luta, como de outras mulheres, tem um desfecho feliz e que serve como inspiração! Afinal, se tornou uma das banqueteiras mais conhecidas de São Paulo e sua carisma logo conquistou os produtores de TV, para nossa felicidade. Sua jeito espontâneo rendeu vários memes que ela aceitou de boa e entrou na onda! Hoje é dona de dos cafés “Casa da Vovó Palmirinha” em São Paulo.

Palmirinha - Crédito Foto: Divulgação
Palmirinha – Crédito Foto: Divulgação

Paola Carosella

Ela é uma das chefs mais queridas do Brasil (mesmo sendo argentina!) e não é à toa! Deixou no país vizinho histórias familiares difíceis e episódios de assédio e hoje, famosa por ser uma das juradas do Masterchef, tem uma história incrível na gastronomia e como empresária também! Conhecida principalmente pelas carnes (como una bella argentina) hoje comanda os restaurantes Arturito e La Guapa, na capital paulistana. No país há quase 20 anos, mesmo uma celebridade agora, não costuma circular pelos seus estabelecimentos fazendo marketing, já que acredita que a comida fala por si. Seu carisma e posicionamento forte e gentil ganhou os corações dos brazucas.

Paola Carosella - Crédito Foto: Divulgação
Paola Carosella – Crédito Foto: Divulgação

Priscila Ortiz

Do time de mulheres que empreendem a fazem acontecer no cenário gastronômico, Priscila Ortiz criou o Vineria1976 na inquietação da licença maternidade. Largou a carreira de sucesso na publicidade, onde chegou a ser professora universitária, para suprir uma necessidade que enxergou na cidade: a falta de bares de vinhos. Uma ideia maravilhosa, non é meixmo?? A moradia na Inglaterra com o sócio e marido René, que é produtor de vinho, fez com que se inspirasse em cases de estrangeiros para criar o estabelecimento. Com especialização em business e paixão pela bebida, criou o Vineria1976, um lugar super easy going, mas elegante, que proporciona um consumo de vinho mais descomplicado. Vinho é vinho compartilhado, né? Eles popularizam a bebida com novos rótulos, novos produtores e valorização dos produtos nacionais. Priscila toda a parte de gerenciamento da marca, que faz sucesso há 5 anos na capital e ressignificou o hábito de beber vinho por aqui.

Priscila Ortiz - Crédito Foto: Lenara Petenuzzo
Priscila Ortiz – Crédito Foto: Lenara Petenuzzo

Roberta Sudbrack

Nossa conterrânea é um dos nomes mais falados na gastronomia brasileira atualmente. Foi eleita, inclusive, a melhor chef mulher da América Latina pela revista inglesa ‘‘Restaurant’’. Chefiou por sete anos a cozinha do Palácio da Alvorada (onde moram os presidentes) – aliás, foi a primeira chef de cozinha que o Palácio teve! Que responsa, hein? Depois, se mudou pro Rio de Janeiro e abriu um restaurante com seu nome que contava com um menu degustação que mudava diariamente – êta trabalhão! Mas parece que deu certo: foi com ele que ganhou, nada mais nada menos, que uma estrela Michelin! Há três anos decidiu se reinventar e se reposicionar, abrindo estabelecimentos completamente ao contrário deste, com receitas simples e sem reservas nem carta de vinhos: o Sud, o pássaro verde (com vírgula assim mesmo), o Garagem da Roberta, o SudTruck e o Arpoador – todos na cidade Maravilhosa e com comidas populares.

Roberta Sudbrack - Crédito foto: Divulgação
Roberta Sudbrack – Crédito foto: Divulgação

Lugar de mulher é onde ela quiser e provamos – em todos os sentidos – isso, não é mesmo?

Compartilhe:

Deixar um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu e-amil