Urban Farmcy lança salsicha à base de plantas

Empresa gaúcha coloca a saúde em primeiro lugar na hora de desenvolver produtos e agora oferece um alimento tradicional mais nutritivo

0
478
Urban Farmcy - Salsicha à base de plantas
Crédito: Woow Content

Tanto se fala em saúde e novos hábitos alimentares, que para atender as necessidades dos consumidores, a Urban Farmcy, food tech fundada em Porto Alegre, inova mais uma vez e lança a Farmcy Salsicha, salsicha à base de plantas. O novo produto totalmente natural está disponível na loja online. A salsicha saudável não conta com a adição de substância sintetizada para garantir a conservação, cor, sabor e aroma do alimento. Semelhante às versões já conhecidas como o Farmcy Burger e a Farmcy Almôndega, a proposta de priorizar a saúde traz uma salsicha sem ingredientes ultraprocessados e conservantes artificiais, como o nitrito e nitrato de sódio, compostos altamente prejudiciais à saúde e normalmente utilizados em produtos embutidos.

Conhecida por criar versões saudáveis de pratos e produtos de memória afetiva, a marca oferece a nova releitura que tem como principal fonte o grão-de-bico e a beterraba, ingrediente que somado ao corante natural de urucum, preserva a cor do produto de origem animal. Além disso, outros ingredientes minimamente processados e in natura complementam a composição do produto. Alguns deles são o tomate seco, alho, cebola, páprica defumada, pimentão, pimenta branca, mostarda, tomilho e a salsa. Já o vinagre branco e o extrato de acerola combinados com um minucioso processo de produção, garantem a maior conservação do produto, que pode permanecer até 30 dias em refrigeração.

Conforme o sócio-fundador da marca, Tobias Chanan:

“Vivemos um drama na saúde. Doenças como obesidade, diabetes e depressão, predominam na sociedade e a principal causa é a alimentação inadequada, consequência da imensa oferta de alimentos nutricionalmente pobres. A Farmcy Salsicha possui 299 mg de sódio por porção de 50 g, cerca de 50% a menos no comparativo com produtos de origem animal”

Urban Farmcy - Salsicha à base de plantas
Crédito: StudioFx

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a salsicha tradicional está entre os alimentos embutidos mais prejudiciais à saúde. E de acordo com o estudo realizado em outubro do ano passado pela BHB Foods e Suplementos, ao analisar 83 mil posts nas redes sociais e quase 20 mil matérias publicadas na internet, foi concluído que entre as cinco grandes preferências na alimentação dos brasileiros estão os produtos à base de plantas. Para Chanan, o lançamento da salsicha à base de plantas integra o movimento da empresa em direção à qualificação de oferta plant-based.

“Temos que optar por menor impacto ambiental em detrimento da saúde. Já temos tecnologia e conhecimento suficientes para ofertarmos alimentos saborosos, responsáveis ambientalmente e, acima de tudo, saudáveis, como é o caso da salsicha, um produto tradicionalmente consumido pelo público e notoriamente nocivo”

Urban Farmcy - Salsicha à base de plantas
Crédito: Woow Content

Recentemente, a empresa lançou o e-commerce em Porto Alegre. O novo canal de vendas de produtos congelados agora se soma à oferta no varejo e simboliza a estratégia de transformação da marca de produtos 100% à base de plantas. Sendo assim, a Urban Farmcy pretende ressignificar refeições congeladas e oferecer um diferencial utilizado para congelamento dos produtos, o Fresh freeze process. O método é realizado em uma hora com a utilização de pequenos cristais de gelo que não causam danos às estruturas celulares dos alimentos e mantém a textura, o sabor e os nutrientes das refeições. A previsão é oferecer um extenso cardápio com mais de 50 opções de refeições até o final do ano.

 

Sobre a Urban Farmcy

Food tech fundada em Porto Alegre e no mercado gaúcho há quatro anos, recentemente, a Urban Farmcy expandiu para o varejo nos estados de Santa Catarina e Paraná. Com fábrica própria, a marca trouxe de forma pioneira no país um novo nicho de mercado: o craft food tech. Consiste na tecnologia a favor da comida que faz bem para a saúde. Portanto, ela procura gerar impacto positivo ao meio ambiente e é produzida em pequenos lotes a partir de ingredientes naturais. A unidade de produção está localizada no Instituto Caldeira, em Porto Alegre, um dos principais símbolos do movimento pela inovação e empreendedorismo da cidade.

Compartilhe: